Karma, Reencarnação e Livre Arbítrio

goddessNão somos e jamais seremos simples vítimas de nosso destino. Muito pelo contrário. Arquitetos de nossa Predestinação, temos muito mais poder para transmutarmos nossa realidade tonando-a mais leve, do que poderíamos pensar. O contrário também é bastante verdadeiro, lamentavelmente para muitas pessoas. É chegado o momento de compreendermos o quanto somos totalmente responsáveis por aquilo que vivenciamos, e pararmos de “terceirizar” nossas próprias responsabilidades diante da vida. Sei também que estamos atravessando momentos de grandes transformações individuais e planetárias, e que somos capazes como jamais anteriormente em toda a história da humanidade, de transmutarmos karmas passados e presentes de uma forma incrivelmente luminosa.O momento é agora!

Karma significa ação e reação, efeito, destino, “o resultado de uma ação” ou ‘Lei da Causa e Efeito’ que governa a Vida. Ele compreende a soma de tudo aquilo que um indivíduo fez, está fazendo ou fará no futuro. Podemos dizer que o Karma se constitui em um padrão resultante dos atos por nós praticados, dando origem a experiências positivas ou negativas, dependendo da qualidade de nossas ações. O Karma se apresenta como a “Regra Fundamental” para a nossa existência onde é determinante que possamos assumir a completa responsabilidade por aquilo que fazemos e criamos em nossa realidade. Isto quer dizer que, ao contrário do que se diz em algumas tradições religiosas, não estaremos sendo ‘punidos por nossos pecados’, mas sim, simplesmente colhendo o que nós mesmos plantamos. E a qualidade dessa colheita estará diretamente ligada a qualidade daquilo que construímos através de nossas ações.

Durante muitos e muitos séculos, as tradições judaico-cristãs pregaram a existência de um ‘céu’ e um ‘inferno’. Tudo o que dizia respeito a essas religiões estava extremamente impregnado das noções de pecado e de salvação da alma. Em oposição a esse pensamento, culturas do Oriente, apresentaram ao mundo a noção de Karma, Reencarnação, e progressão espiritual infinita. Esses conceitos não teriam conexão com a ‘salvação’ dos católicos, mas sim, com uma possibilidade, diga-se de passagem muito mais justa, de entendimento com o tribunal de nossa própria consciência. Associados ao conceito de Karma encontramos os conceitos de Reencarnação e Livre Arbítrio, onde em cada encarnação vamos encontrar objetivos bastante específicos a serem alcançados. Programamos por assim dizer, aspectos básicos que irão determinar nossa vida na terra, como o local de nascimento, a família da qual iremos fazer parte, a profissão ou ocupação escolhida, e até mesmo as pessoas que farão parte de nosso círculo de amizades.

Isto não quer dizer que absolutamente tudo é determinado pelo Karma, e é aqui que entra o conceito de Livre Arbítrio que tem por base a nossa capacidade de fazer escolhas, de optar por esse ou aquele caminho, de tomar decisões. Muitas pessoas questionam se o Livre Arbítrio existe de fato, já que fatores inconscientes, energéticos e Kármicos, frequentemente determinam nossas ações. Sempre existe a escolha sim. Sempre existem possibilidades e é exatamente o exercício harmonioso dessa capacidade que vai nos trazer um maior equilíbrio. Caberá a cada um, e esse é um processo completa e totalmente intransferível, determinar de que forma irá conduzindo a magia desse processo, para seu benefício e de toda a coletividade. E esperamos que com a evolução aceleradamente quântica de tudo o que está acontecendo na terra nesse exato momento, tenhamos cada vez mais capacidade de exercer escolhas cada vez mais benéficas para nosso crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *