O PAPEL DA ASTROLOGIA ENQUANTO CIÊNCIA MILENAR PARA DIAS ATUAIS

Das HoroskopA Astrologia é uma das mais antigas formas de conhecimento que tem atravessado os séculos, civilizações e eras, trazendo suas contribuições e deixando sua marca. Em nossa atualidade ela ‘deixa para trás’ a posição altamente mistificante e mistificadora a que foi relegada por questões religiosas interessadas em sua extinção. No entanto apesar de todos os obstáculos que tentaram atravessar seu caminho, e não foram poucos, ela sobreviveu a muitos desafios e perseguições, retornando mais digna e mais bela do que nunca aos palcos da Humanidade, voltando a fazer parte de nosso ‘vocabulário sagrado’ de onde nunca deveria ter saído.

Os estudos astrológicos possuem como foco a relação entre o Homem e o Universo através da simbologia dos corpos celestes. Durante o século XX inúmeras Ciências de Cura e das artes do autoconhecimento ressurgiram no cenário mundial, entre elas a Astrologia.  Em consequência de visões de certa forma distorcidas e deturpadas por toda uma ação histórica de perseguições e obscurantismo que envolveram esta ‘velha ciência’, tal renascimento não tem sido fácil. Por essa razão é papel fundamental de todo astrólogo sério e comprometido com a verdade, esclarecer mal-entendidos e crendices que em nada compõem para a evolução espiritual da humanidade e muito menos para o respeito que é devido à tão maravilhosa área do saber.

Apropriadamente entendida a Astrologia é uma chave indispensável para a busca e aprofundamento de questões espirituais e psicológicas. Ela pode ser compreendida enquanto linguagem simbólica para o estudo da Consciência, baseada no princípio hermético que diz que “o que está em cima está embaixo”. Astrologicamente falando quero dizer que o posicionamento dos astros e planetas através de seu movimento cíclico nos céus, trás uma configuração específica de entendimento das dinâmicas existenciais dos indivíduos e dos movimentos das nações. O que quero aqui expressar é que ‘lemos nos céus’ o que se passa na Terra, pois somos em pequena parte um reflexo do que acontece no Cosmos de uma forma mais abrangente. Tendo em vista que nossa relação com o Todo não é estática, somos bastante influenciados pelos movimentos celestes, e é nesse sentido que os estudos astrológicos se fazem tão impressionantes.

Um novo tempo e uma nova era requerem a revisão de conceitos antigos e até mesmo ultrapassados, e sendo assim, a Astrologia contemporaneamente falando surge como uma ciência aonde ao pensamento astrológico moderno vem se fusionar a contribuição de outras áreas de conhecimento como a Psicologia e Alquimia. Essa é a ordem natural das coisas, pois verdades e observações antigas necessitam ser traduzidas para a linguagem de novos tempos. Desde séculos imemoriais a Astrologia encerra uma riqueza impressionante, desenvolvendo através do tempo estudos de mecanismos de evolução pessoal e do coletivo que poucos estudiosos das ciências acadêmicas atuais conseguiriam alcançar. Nosso objetivo enquanto astrólogos é oferecer da forma mais séria e compromissada possível novas possibilidades de interpretação da realidade que em nada contradizem os conhecimentos da ciência oficial, muito pelo contrário, vindo a elas acrescentar o muito que temos a contribuir. Nosso papel dentro de uma atualidade constantemente em transformação se apresenta como aquele que através do estudo dos significados simbólicos da mecânica celeste, será traduzir de uma forma a mais acessível possível, os mistérios de alma que buscamos interpretar para melhor orientar aqueles que nos procuram, e sempre dentro de um espírito da Verdade e da Luz.

 

2 Responses so far.

  1. Bete disse:

    Adorei, Mônica! Saudades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *