A Terapia de Vidas Passadas ou TVP foi desenvolvida na década de 60 por Morris Netherton, Ph.D em Psicologia, a partir do desenvolvimento de uma metodologia que pudesse permitir ao cliente, o acesso à memórias de vidas passadas através da alteração de estados de consciência, possibilitando a liberação de conteúdos psíquicos bloqueados para a consciência atual, responsáveis pelo surgimento de diversos tipos de transtorno emocional e até mesmo físicos. Netherton observou que após este processo, os clientes experimentavam intenso alívio ediminuição de sintomas.

As memórias acessadas podem ser recentes (da vida atual), ou remotas (provenientes de vidas passadas), cuja intenção é auxiliar o indivíduo a se libertar de traumas a elas associados. Vale observar que as técnicas utilizadas são indutivas, permitindo ao cliente permanecer consciente
e ativo durante todo o processo.

A TVP não está associada a qualquer tipo de religião ou crença, mas é importante no entanto ressaltar que enquanto técnica, não deve ser utilizada com alguns clientes: mulheres grávidas; clientes com problemas de coração, hipertensão não controlada, surdez ou algum tipo de deficiência mental e clientes que apresentem um funcionamento psicótico. Em todos estes casos esta metodologia é contra-indicada. A TVP é bastante eficiente, principalmente quando realizada por profissionais sérios, mas não substitui qualquer método de tratamento médico ou psicológico, devendo ser sempre trabalhada em paralelo com as medicações prescritas pelos profissionais de saúde, sendo nesse sentido abordagens complementares.

A condução das sessões necessita ser feita de forma presencial sempre, pois as sessões online não permitem para os fins propostos, uma conexão adequada entre cliente e terapeuta. O tempo de duração e número de sessões deste atendimento vai depender das necessidades individuais de cada cliente, mas de maneira geral, as sessões são efetuadas de forma quinzenal.

Solicite um horário

preencha o formulário abaixo: